terça-feira, 20 de setembro de 2016

Elm - O Floral da Missão

Quando o cansaço na vida parece ser maior que a gente.

Lowell Herrero  ~ "Three Men with Hods":

"Nap After the Harvest" de Lowel Herrero



Ensaboa mulata
Ensaboa!
Ensaboa!
Tô ensaboando..
Tô lavando a minha roupa
Lá em casa estão me chamando
Oh Dondô!...

Sabão!
Um pedacinho assim
Olha a água!
Um pinguinho assim
O tanque!
Um tanquinho assim
A roupa!
Um tantão assim...

Trabalho!
Um tantão assim
Cansaço!
É bastante sim
A roupa!
Um tantão assim
Dinheiro!
Um tiquinho assim...


Ensaboa mulata
Ensaboa!
Ensaboa!

Tô ensaboando..

(Cartola/Marisa Monte)


Muitas vezes a vida parece nos impor condições de trabalho, tarefas que nos sobrecarregam. Quantas vezes estive nessa situação e pensei perder as forças.
Não consigo enxergar uma forma de superar tantos obstáculos. A minha competência parece me abandonar, e os problemas e exigências me afogam num mar de infinitas tarefas.

Um cansaço sobre humano se deita sobre minhas costas, e faz-me curvar diante de vida até que me deixe  de joelhos, sem saber que caminho tomar. Súplicas.

A visão não é mais clara, pois as lágrimas turvam meus olhos... 

O que fazer diante de tantas dificuldades, exigências, tarefas, trabalho? Tudo parece vir em demasia. O excesso ocupa o lugar da tranquilidade. O desespero, rouba a alegria. A insegurança, tira toda a capacidade de superação.

Trabalho!
Um tantão assim
Cansaço!
É bastante sim
A roupa!
Um tantão assim
Dinheiro!
Um tiquinho assim...

Quando toda essa sobrecarga se apresenta,  exigindo o máximo de mim mesma, que  atitude devo tomar? Chorar e lamentar pode até me aliviar, mas não resolverá os meus problemas, pois a vida não vai afastar as obrigações que me impôs, apenas porque choro. Nessa hora, não encontro ninguém para dividir meu fardo tão pesado. Todos parecem estar absorvidos por suas ocupações. Talvez até pudessem me ajudar, mas minha situação me impede de tentar dividir com quem quer que seja, toda essa quantidade de exigências da vida, que me impõe sem pedir licença, sem me perguntar se quero, sem me pedir por favor. É como se a  vida me colocasse tudo nas costas, e saísse andando, me deixando pra trás, sem me perguntar se quero, desejo ou posso. A dor do cansaço e da sensação de inadequação tomam conta dos meus pensamentos, e um peso nos ombros parece me curvar até que eu possa me quebrar.


Ensaboa mulata
Ensaboa!
Ensaboa!

Tô ensaboando..


Tô ensaboando..... tô ensaboando, vida difícil que insiste em me machucar. 

O sabão é pouco. A roupa é muita. O tanque é pequeno. A alegria de viver se perdeu. A incompetência diante de tudo isso, tomou conta do meu dia, das minhas horas, e levou embora a minha leveza...

O que faço diante de tudo isso?

O Dr. Edward Bach, quando criou os florais, não poderia nos deixar de lado, nessas condições tão pouco favoráveis. 

Resultado de imagem para floral elm
Elm
Elm, chamado de o "Floral da Missão", nos fortalece nesse momento, nos contemplando com a leveza e a compreensão da situação. Nos faz enxergar melhor as possibilidades de solução para superar o excesso de carga que muitas vezes a vida nos exige. Nossa missão deve ser cumprida, mas sem acúmulos de sofrimento. Elm nos ensina a delegar tarefas, a dividir responsabilidades, a enfileirar os problemas numa ordem de importância, e resolvê-los na medida do possível e cada qual ao seu tempo. Traz a leveza e recupera a nossa auto-estima perdida para sensação de incapacidade quando nos vemos aturdidos pelas exigências máximas da vida.

Elm nos ajuda a aceitar os desafios  de boa vontade, trazendo a esperança da vitória.

Não podemos deixar que a dor seja maior do que a solução!

Que seu peso se transforme em flores e teu caminho numa missão de luz infinita!

Gostou? Então compartilha! Deve ter muitas pessoas nessa mesma situação precisando de ajuda.

Sou grata!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Obrigada pelo seu comentário! Abraços e luz!

Olá, Seja muito bem vindo!!!

Este é o lugar para tratar do corpo e da alma!!!!