segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O que é meditação e como praticar?

Meditar não é ficar com a mente vázia, sem pensar em nada. Meditar é familirizar a mente, de maneira constante e profunda, com um objeto virtuoso. A meditação cumpre muitas funções: supera problemas interiores, como aqueles criados pela raiva, inveja, apego e ignorância; controla nossa mente e acarreta paz interior; habilita-nos a cultivar intenções virtuosas. Praticando meditação, adquirimos em muitos níveis de realização espiritual e evoluímos para estados cada vez mais elevados, até que alcancemos o estado mais elevado que é budeidade.
Assista o vídeo:



1- meditação respiratória
O primeiro passo da meditação é parar com as distrações e tornar a mente clara e mais lúcida. Isso pode ser feito recorrendo-se à prática da meditação respiratória simples:
  • Escolha um lugar tranqüilo para meditar e sente-se numa posição confortável. Você pode sentar-se na posição tradicional de pernas cruzadas ou em qualquer outra posição confortável. Se preferir, sente-se numa cadeira. O mais importante é manter as costas eretas para evitar que sua mente se torne sonolenta.
  • Mantenha seus olhos parcialmente fechados e dirija sua atenção para a respiração.
  • Respire naturalmente, de preferência pelas narinas, sem tentar controlar o ritmo.
  • Tente se conscientizar da sensação que o ar provoca ao entrar e sair pelas narinas.

    Essa sensação é o objeto de sua meditação.

  • Tente se concentrar na exclusão de todas as outras coisas.
  • Se você perceber que sua mente divagou e está seguindo seus pensamentos, imediatamente retome sua concentração na respiração.
  • Repita isso tantas vezes quantas forem necessárias até que a mente se acalme na respiração.
  • Se você praticar pacientemente dessa maneira, gradualmente seus pensamentos distrativos desaparecem e você sentirá um senso de paz interior e descanso, com a mente lúcida e tranqüila. Fique nesse estado mental de calma por algum momento.
    Ainda que a meditação respiratória seja somente um estágio preliminar da meditação, ela é poderosa. Podemos perceber desta prática que é possível experimentar paz interior e contentamento somente pelo controle da mente, sem depender de nenhuma condição externa.
    Quando a turbulência de pensamentos distrativos desaparecem, e nossa mente torna-se tranqüila, uma profunda felicidade e satisfação naturalmente florescem do nosso interior. Este sentimento de satisfação e bem-estar nos auxilia nas ocupações e dificuldades quotidianas.
    Muito do estresse e tensão que normalmente experimentamos provêm da nossa mente e muitos problemas que temos, incluindo males de saúde, são causados ou agravados por esse estresse. Apenas fazendo a meditação respiratória por dez ou quinze minutos por dia, seremos capazes de reduzir esse estresse.
    Sentiremos uma calma, uma sensação de espaço na mente, e muitos de nosso problemas corriqueiros irão sumir. Situações difíceis se transformarão em situações fáceis de lidar, naturalmente nos sentiremos amados e bem dispostos em relação às outras pessoas, e nossos relacionamentos sociais gradualmente melhorarão.
2- Meditação analítica

Com mente limpa, calma e em paz passamos para a segunda etapa. Na meditação analítica, empreendemos um processo intencional de investigação, ou de reflexão, sobre um tema; analisando vários aspectos e examinando-o de vários pontos de vista. Usamos nossa imaginação e continua- lembrança e capacidade de raciocínio até que, como resultado da investigação sobre o tema, surja um sentimento ou pensamento especial, capaz de mudar nosso estado mental...então nesse ponto podemos entrar no terceira etapa e deixar que a meditação posicionada assuma o comando. Assim como o fogo gradulamente esmorce e temos de usar novamente o fole, também a meditação posicionada esmorece temos que de novo usar a analítica. Devemos sempre combinar esses dois tipos de meditação, pois uma boa meditação analitica resulta em uma boa posicionada e vice versa.

A meditação analitica faz com que o tema surja com precisão e clareza a mente, e a meditação posicionada familiariza nossa mente com seu objeto, de modo que se tornem cada vez mais íntimos, até que ambos se misturem por completo.

Texto retirado do blog Coração de Sabedoria

Tradução do vídeo por: http://www.melhorconsciencia.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Obrigada pelo seu comentário! Abraços e luz!

Olá, Seja muito bem vindo!!!

Este é o lugar para tratar do corpo e da alma!!!!