sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo!

Feliz Ano Novo a todos os amigos que acompanham este site! 
Feliz Ano Novo a todos os seres vivos. Feliz Ano Novo a todos o Planeta!
Mil beijos
 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Astrologia



Por muitos anos, durante a antiguidade, os homens acreditaram que a magia se misturava aos acontecimentos diários. Eles imaginavam que ela interferia nas colheitas, na confecção de armas e no afastamento das doenças.
Os sacerdotes antigos dedicavam seu tempo no estudo das estrelas e naquela época já podiam prever os eclipses. Por acreditar que o futuro estava ligado à posição dos astros, o povo acreditava fielmente que estes homens podiam também predizer o futuro.
Descobriu-se que ela já existia na Mesopotâmia trinta séculos antes da era cristã. No século VI a.c. atingiu a Índia e a China; na Grécia durante o período Helênico, quando foi transmitida aos romanos e aos árabes, chegando aos caldeus e os egípcios. Os egípcios, excelentes astrônomos e astrólogos, descobriram que a duração do ano era de 365 dias e ¼ e o dividiram em períodos de doze meses de trinta dias cada, com cinco dias excedentes.

Foram os gregos que aperfeiçoaram a Astrologia dois séculos antes da nossa era, e nesse tempo já estudavam as cartas natais exatamente como fazemos hoje. No tempo de Carlos Magno, a Astrologia se espalhou por toda a Europa.

Hoje a Astrologia é mundialmente conhecida e, embora negada por uns, tem o respeito da maioria, sendo gradualmente despida de suas características de adivinhação, para ser considerada como um ramo de conhecimento respeitável tanto quanto a psicologia e a psicanálise.
Para saber mais, visite nosso blog: Mandala Astral

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Qi Qong

QI GONG
- O Sorriso Interior –

A expressão Qi Gong (que se escreve também Chi Kung e de outras maneiras) evoca a idéia de um trabalho energético envolvendo o corpo, a mente e as emoções, isto é, o ser integral de um indivíduo. Por esse motivo, seu conceito vai muito para além do que convencionalmente se entende por “ginástica”, “educação física” ou “cultura do corpo”. Qi Gong está muito mais ligado à definição que os gregos antigos davam da palavra Paidéia, que originou o vocábulo pedagogia, isto é, “condução, orientação dos meninos para o fortalecimento e robustecimento do corpo, o domínio das emoções, o cultivo do intelecto e a elevação espiritual”. Tudo isto se encontra no Qi Gong.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Não acorde o câncer que há em você!

Entrevista, legendada em português, com o Dr.David Servan-Schreiber,
autor do livro Anticâncer que vendeu mais de um milhão de exemplares em
26 países.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O corpo se expressando em sua língua...


É o corpo, se expressando em sua língua, os sintomas:
O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a criança interna tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.
(por Andrey Lima)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Florais de Bach

                                                                 Dr. Edward Bach

Problemas de saúde freqüentemente têm suas origens na mente; sentimentos que foram persistentemente reprimidos irão emergir, primeiro, como conflitos mentais e depois, como doença física.
O Dr. Edward Bach (1886-1936), um médico inglês, depois de atuar como bacteriologista num hospital de Londres e de obter êxito profissional com suas vacinas orais, resolveu morar numa floresta de Gales, na Grã-Bretanha. Desanimado com o a medicina ortodoxa, lá descobriu que tinha uma sensibilidade tal que lhe permitia sentir as energias transmitadas pelas flores apenas tocando-as ou colocando na boca as gotas que o orvalho deixava sobre elas. Ao mesmo tempo constatou que, algumas flores eram capazes de corrigir nossa personalidade quando esta, se encontra em desequilíbrio causado por sentimentos negativos. Entre 1930 e 1934, o Dr. Bach identificou 38 flores silvestres, e escreveu os fundamentos da sua nova medicina.
Verificou na prática a eficácia dos medicamentos florais e compreendeu a grande ajuda que poderiam dar à humanidade doente. O Dr. Bach dizia que o "medicamento deve atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético". Estes remédios atuam sobre a desarmonia profunda do paciente e, assim fazendo, formam a base para a recuperação dos sintomas físicos.
Em setembro de 1936, proferiu uma palestra na Loja Maçônica de Walingfor, em que falava acerca dos florais, e citou que seria possível a qualquer pessoa com desejo de ajudar seus semelhantes fazer uso dos florais para aliviar as dores e os sofrimentos, e alguns poderiam até se devotar em tempo integral a essa forma de cura – como hoje existem os terapeutas florais.
A Terapia Floral, foi reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde), em 1976.
Temos cursos e atendimentos!
“A saúde é nossa herança, nosso direito. É a completa e total união entre a alma, mente e corpo, isto não é um ideal longínquo e difícil de alcançar, mas tão simples e natural que muitos de nós o negligenciamos”.
Dr. Edward Bach 1930
(Fonte de Pesquisa - Os Remédios Florais do Dr. Bach - Ed. Pensamento)
Sandra Baptista
(011)8129-1471
atendimento@terapiasecursos.com.br


Saiba mais sobre os florais, visitando nosso blog Florais de Bach

domingo, 7 de agosto de 2011

Os Florais de Bach e a Astrologia



As Essências Florais de Bach, foram criadas pelo médico inglês, Dr. Edward Bach, por volta de 1930. Decepcionado com a medicina praticada em sua época, decidiu criar as essências, que tratariam não a doença, mas sim o doente. Essas essências, criadas a partir de flores silvestres e água solarizada, contribuem para o equilíbrio de nossa personalidade, trazendo-nos paz e harmonia.
Essas essências não tem efeito colateral, foram reconhecidas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) em 1976, como uma forma efetiva de busca do bem-estar.

As essências florais, constituem um método simples e natural de cura, são baratos e não criam dependência. Não são antagônicos a nenhuma forma de tratamento médico, e podem ser usados sem problemas por qualquer pessoa.

"A ação desses remédios é a de elevar nossas vibrações e abrir nossos canais para a recepção do nosso Eu Espiritual, além de encher nossas naturezas com a virtude que particularmente procuramos, para livrar-nos da imperferfeição que está causando o mal. [...]
As essências podem elevar nossa natureza e aproximar-nos mais de nossas almas; e com isso trazer-nos paz e o alívio dos sofrimentos. Eles curam, naõ combatendo a doença mas inundando nossos corpos com as lindas vibrações da nossa Natureza mais elevada, na presença da qual a doença se desfaz como a neve derrete ao Sol.
Os Remédios Florais de Bach, são usados para curar pela ação da essência do Remédio sobre o caráter, a personalidade e a mente do paciente.

Não há cura real a menos que haja uma mudança de perspectiva, paz mental e alegria interior." Philip M. Cancellor

O Remédio de Manutenção (RM), que é obtido astrologicamente, é um composto personalizado que atende às condições de personalidade, caráter e disposição, sendo diagnosticado por um exame do mapa do nascimento. Não é considerado um remédio de emergência, pois seu valor depende de uso constante e prolongado. O RM é um complemento inspirado na Astrologia para o indivíduo a quem é prescrito. É um antídoto pessoal que também pode ser considerado um remédio personalizado.
Nesta abordagem, são analisados cuidadosamente, alguns elementos essenciais do mapa, responsáveis pela formação da personalidade, que estando equilibrada pelos Florais, possa brilhar em toda a sua essência de forma plena, facilitando ao indivíduo a enfrentar as dificuldades inerentes à vida, com mais coragem e serenidade.
Aquele que permite a realização de sua mais pura essência segue o seu caminho evolutivo de forma mais serena, alcançando a felicidade e levando a todos que estejam ao seu redor, uma confiança necessária para o cumprimento de sua missão. Iluminando-se acaba por iluminar a todos a sua volta.

Leia mais sobre os  Florais de Bach e a Astrologia

Geoterapia

Geoterapia Geoterapia


A Geoterapia utiliza-se de argila, barro, pedras e cristais, como ferramentas reequilibrantes.
Todos os antigos povos do oriente e do ocidente usavam a Geoterapia para amenizar e cuidar de desequilíbrios físicos e emocionais.
As propriedades terapêuticas da Geoterapia fundamentam-se no poder regenerador que tem a Terra. Universalmente, a terra é a matriz que concebe as fontes, os minerais, os metais, além de ser fonte de água e alimento. Nada mais natural, do que utilizá-la como tratamento reequilibrante. Assim, para haver saúde e bem-estar, o homem deve viver em harmonia com as leis da natureza.
Alguns tipos de argila:
  •  ARGILA BRANCA – Reduz Rugas e sinais de expressão, espinhas e cravos, esfoliante suave – Pele seca e normal.
  •  ARGILA VERDE – regula a produção sebácea tem ação desintoxicante e adstringente, esfoliante suave – Pele oleosa.
  •  ARGILA VERMELHA – regula a micro circulação cutânea, sendo recomendada para peles sensíveis, com couperose (rubor permanente na face) e avermelhada e Psoríase.
  •  ARGILA PRETA – Ativador da circulação, antiinflamatória, desintoxicante, esfoliadora suave eficaz contra acne e espinhas.
  • ARGILA ROSA – A argila rosa possui excelentes características queratolíticas que auxiliam a penetração de outros ingredientes adicionados à argila rosa. Contém também elementos firmantes e tônicos sendo útil no combate à flacidez do rosto e corpo. Indicada para peles desidratadas e delicadas, com rosáceas, peles cansadas e sem viço, peles maduras.
  •  ARGILA AMARELA – tem ótimo efeito tensor. Combate e retarda o envelhecimento cutâneo, nutre com seus sais minerais necessários para um tecido mais rígido e saudável sem deixá-lo ressecado é fungicida e bactericida ótimo para fazer higiene intima.
  • ARGILA CINZA – clareia as manchas, combate cravos e espinhas é excelente esfoliante, retarda o envelhecimento.

Consulte nossa agenda de cursos aqui.

Cromoterapia


Cromo = cor
Terapia = tratamento

Ou seja, cromoterapia é o tratamento natural baseado na utilização da luz e das cores.

Segundo Mary Anderson, a cor ocupa grande parte de nossas vidas. A natureza nos proporciona constantemente variados matizes. Um brilhante céu azul pode elevar nosso espirito e um céu escuro e nublado podem fazer-nos sentir deprimidos e desenergizados.

A radiação solar traz alegria a muitos de nós. Cada estação do ano tem diferentes tons. Não preciso falar deles, todos tivemos contato com esses fatos segundo nosso ponto de vista. Quando o céu está claro à noite e a lua é cheia, muita gente se sente influenciada, favorável ou desfavoravelmente por isto.

Tudo tem um certa frequência de vibração e isto se aplica a todos os órgãos do corpo humano. Se ocorre quaquer desvio da vibração normal, tem-se um índice de que o órgão não está funcionando adequadamente.
A tarefa do terapeuta é localizar as vibrações defeituosas do corpo e restaurá-las à saúde normal.
Fadiga, tensão, estresse, medo e todas emoções negativas são prejudiciais, perturbando as vibrações saudáveis.
A cor é uma vibração pura e quando usada na tonalidade certa e focalizada no lugar certo, pode corrigir o problema e reconduzir o corpo à saúde.
É considerada a terapia menos invasiva utilizada atualmente.
Bem vindo ao mundo da luz!!
Visite nosso blog: Cromoterapia-A luz da vida

Auriculoterapia - Acupuntura Auricular



Chamamos de Auriculoterapia à técnica de análise e tratamento reflexológico por meio de estímulos no pavilhão auricular. Estes estímulos podem ser com sementes, cristais, agulhas, micro agulhas, etc...

Sua origem data de milênios, tendo sido encontradas pinturas egípcias descrevendo o seu uso como anticoncepcional e para tratamento de ciatalgia, além de citações em tratados chineses e persas; Hipócrates, considerado o pai da medicina ocidental, detalhou a analgesia para nevralgias odontológicas, faciais e ciáticas.

A Auriculoterapia é um tratamento excelente para diversas manifestações patológicas, como por exemplo, dores, bronquite, gastrite, stress, insônia, etc...

Fonte de consulta: http://www.auriculoterapia.com.br

O que são Terapias Naturais?



Terapia complementar ou natural é toda e qualquer forma de tratamento que difere dos meios tradicionais usados na medicina convencional tais como os remédios, cirurgias ou procedimentos invasivos considerados padrão para determinadas doenças, no tratamento e profilaxia destas quando diagnosticadas por um médico, baseadas num código internacional.
Embora se utilize o termo "alternativa", não se deve confundir com a medicina tradicional, que trata e visa a cura da "doença" descrita, entretanto, o uso desta se deve exclusivamente para o tratamento da "pessoa" de maneira integral, isto é, sempre olhando os aspectos físicos e emocionais da mesma, e acima de tudo, respeitando suas concepções de vida e crenças pessoais. Para isso existem várias práticas tais como, Cromoterapia, Florais de Bach, Acupuntura, Geoterapia e muitas outras.
No último século e principalmente nos últimos anos com a globalização tanto comercial como do conhecimento humano, tem sido revista a posição da medicina convencional como a "única" mantenedora e regeneradora da saúde do ser-humano, trazendo benefícios para um número incalculável de pessoas ao redor do mundo que fazem uso da Terapia Alternativa, como muitas pesquisas científicas tem demonstrado.
Terapia Natural é a forma natural de permanecer saudável ou atenuar e restabelecer a saúde do ser humano através da natureza, reformulando hábitos alimentares, desintoxicando o organismo e restabelecendo seu funcionamento.

Estas terapias são aplicadas no Oriente desde os primórdios dos tempos , atuando nos campos: físico, mental e emocional; podendo se estender ao ambiente.

Conheça nossos cursos, visitando nossa página! Para saber mais, clique aqui!!!

domingo, 1 de maio de 2011

os dez piores alimentos para o Ser Humano

10º lugar: Sorvete. Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e de saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.
9º lugar: Salgadinho de milho. Desde o surgimento dos alimentos transgênicos, a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Ela aponta que esse alimento pode causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor ganho de peso e irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.
8º lugar: Pizza. Nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas com farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.
7º lugar: Batatas fritas. Contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.
6º lugar: Salgadinhos de batata. Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.
5º lugar: Bacon. O consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.
4º lugar: Cachorro-quente. Michelle cita um estudo da Universidade do Havaí, também nos EUA, que mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebês. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.
3º lugar: Donuts (rosquinhas fritas). Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans – o pior tipo de gordura que você pode ingerir. Essas substâncias estão relacionadas a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contêm, em média, 300 calorias cada.
2º lugar: Refrigerante. De acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola (www.mercola.com), uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos. Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.
1º lugar: Refrigerante Diet. É o pior alimento de todos os tempos. Além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte. Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla, e pós-pólio.

Pela nutricionista Michel Schoffro Cook - www.drmichellecook.com

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Tudo é energia


O título deste artigo diz uma obviedade para quem entendeu minimamente a teoria da relatividade de Einstein pela qual se afirma ser matéria e energia equivalentes. Matéria é energia altamente condensada que pode ser liberada como o mostrou, lamentavelmente, a bomba atômica. O caminho da ciência percorreu, mais ou menos, o seguinte percurso: da matéria chegou ao átomo, do átomo, às partículas subatômicas, das partículas subatômicas, aos “pacotes de onda” energética, dos pacotes de onda, às supercordas vibratórias, em 11 dimensões ou mais, representadas como música e cor. Assim um elétron vibra mais ou menos quinhentos trilhões de vezes por segundo. Vibração produz som e cor. O universo seria, pois, uma sinfonia de sons e cores. Das supercordas chegou-se, por fim, à energia de fundo, ao vácuo quântico. Neste contexto, sempre lembro uma frase dita por W.Heisenberg, um dos pais da mecânica quântica, num semestre que deu na Universidade de Munique em 1968, que me foi dado seguir e que ainda me soa aos ouvidos: “O universo não é feito por coisas, mas por redes de energia vibracional, emergindo de algo ainda mais profundo e sutil”. Portanto, a matéria perdeu seu foco central em favor da energia que se organiza em campos e redes.
Que é esse ”algo mais profundo e sutil” de onde tudo emerge? Os físicos quânticos e astrofísicos chamaram de “energia de fundo” ou “vácuo quântico”, expressão inadequada porque diz o contrário do que a palavra “vazio” significa. O vácuo representa a plenitude de todas as possíveis energias e suas eventuais densificações nos seres. Dai se preferir hoje a expressão pregnant void “o vácuo prenhe” ou a “fonte originária de todo o ser”. Não é algo que possa ser representado nas categorias convencionais de espaço-tempo, pois é algo anterior a tudo o que existe anterior ao espaço-tempo e às quatro energias fundamentais, a gravitacional, a eletromagnética, a nuclear fraca e forte. Astrofísicos imaginam-no como uma espécie de vasto oceano, sem margens, ilimitado, inefável, indescritível e misterioso no qual, como num útero infinito, estão hospedadas todas as possibilidades e virtualidades de ser. De lá emergiu, sem que possamos saber porquê e como, aquele pontozinho extremamente prenhe de energia, inimaginavelmente quente que depois explodiu (big bang) dando origem ao nosso universo. Nada impede que daquela energia de fundo tenham surgido outros pontos, gestando também outras singularidades e outros universos paralelos ou em outra dimensão.
Com o surgimento do universo, irrompeu simultaneamente o espaço-tempo. O tempo é o movimento da flutuação das energias e da expansão da matéria. O espaço não é o vazio estático dentro do qual tudo acontece, mas aquele processo continuamente aberto que permite as redes de energia e os seres se manifestarem. A estabilidade da matéria pressupõe a presença de uma poderosíssima energia subjacente que a mantém neste estado. Na verdade, nós percebemos a matéria como algo sólido porque as vibrações da energia são tão rápidas que não alcançamos percebê-las com os sentidos corporais. Mas para isso nos ajuda a física quântica, exatamente porque se ocupa das partículas e das redes de energia, que nos rasgam esta visão diferente da realidade. A energia é e está em tudo. Sem energia nada poderia subsistir. Como seres conscientes e espirituais, somos uma realização complexíssima, sutil e extremamente interativa de energia. Que é essa energia de fundo que se manifesta sob tantas formas? Não há nenhuma teoria científica que a defina. De mais a mais, precisamos da energia para definir a energia. Não há como escapar desta redundância, notada já por Max Planck.
Esta Energia talvez constitua a melhor metáfora daquilo que significa Deus, cujos nomes variam, mas que sinalizam sempre a mesma Energia subjacente. Já o Tao Te Ching (§ 4) dizia o mesmo do Tao: ”o Tao é um vazio em turbilhão, sempre em ação e inexaurível. É um abismo insondável, origem de todas as coisas e unifica o mundo”.
A singularidade do ser humano é poder entrar em contato consciente com esta Energia. Ele pode invocá-la, acolhê-la e percebê-la na forma de vida, de irradiação e de entusiasmo.


Leonardo Boff com Mark Hathaway é autor de The Tao of Liberation. N.York(2010)
Fonte: http://amaivos.uol.com.br

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A Glândula Timo


No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz "eu", fica uma pequena glândula chamada timo.
Seu nome em grego, thýmos significa: energia vital.
Precisa dizer mais?
Precisa, porque o timo continua sendo um ilustre desconhecido.
Ele cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando estressamos e mais ainda quando adoecemos.
Essa característica iludiu durante muito tempo a medicina, que só conhecia através de autópsias e sempre o encontrava encolhidinho.
Supunha-se que atrofiava e parava de trabalhar na adolescência, tanto que durante décadas os médicos americanos bombardeavam timos adultos perfeitamente saudáveis com megadoses de raios X achando que seu "tamanho anormal" poderiam causar problemas.
Mais tarde a ciência demonstrou que, mesmo encolhendo após a infância, continua totalmente ativo;é um dos pilares do sistema imunológico, junto com as glândulas adrenais e a espinha dorsal, e está diretamente ligado aos sentidos,à consciência e à linguagem.
Como uma central telefônica por onde passam todas as ligações, faz conexões para fora e para dentro.
Se somos invadidos por micróbios ou toxinas, reage produzindo células de defesa na mesma hora.
Mas também é muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras, pensamentos.
Amor e ódio o afetam profundamente.
Idéias negativas têm mais poder sobre ele do que vírus ou bactérias.
Já que não existem em forma concreta, o timo fica tentando reagir e enfraquece, abrindo brechas para sintomas de baixa imunidade, como herpes.
Em compensação, idéias positivas conseguem dele uma ativação geral em todos os poderes, lembrando a fé que remove montanhas.
O teste do pensamento:
Um teste simples pode demonstrar essa conexão.
Feche os dedos polegar e indicador na posição de o.k, aperte com força e peça para alguém tentar abri-los enquanto você pensa " estou feliz".
Depois repita pensando " estou infeliz".
A maioria das pessoas conserva a força nos dedos com a idéia feliz e enfraquece quando pensa infeliz. ( Substitua os pensamentos por uma bela sopa de legumes ou um lindo sorvete de chocolate para ver o que acontece...)
Esse mesmo teste serve para lidar com situações bem mais complexas.
Por exemplo, quando o médico precisa de um diagnóstico diferencial, seu paciente tem sintomas no fígado que tanto podem significar câncer quanto abscessos causados por amebas. Usando lâminas com amostras, ou mesmo representações gráficas de uma e outra hipótese, testa a força muscular do paciente quando em contato com elas e chega ao resultado.
As reações são consideradas respostas do timo e o método, que tem sido demonstrado em congressos científicos ao redor do mundo, já é ensinado na Universidade de São Paulo (USP) a médicos acupunturistas.
O detalhe curioso é que o timo fica encostadinho no coração, que acaba ganhando todos os créditos em relação a sentimentos, emoções, decisões, jeito de falar, jeito de escutar, estado de espírito..."
Fiquei de coração apertadinho" , por exemplo, revela uma situação real do timo, que só por reflexo envolve o coração.
O próprio chacra cardíaco, fonte energética de união e compaixão, tem mais a ver com o timo do que com o coração - e é nesse chacra que, segundo os ensinamentos budistas, se dá a passagem do estágio animal para o estágio humano.
"Lindo!", você pode estar pensando, "mas e daí?".
Daí que, se você quiser, pode exercitar o timo para aumentar sua produção de bem estar e felicidade.
Como?

Pela manhã, ao levantar, ou à noite, antes de dormir.
1. Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros.
Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda a musculatura bem relaxada.
2. Feche qualquer uma das mãos e comece a dar pancadinhas contínuas com os nós dos dedos no centro do peito, marcando o ritmo assim: uma forte e duas fracas.
Continue entre três e cinco minutos, respirando calmamente, enquanto observa a vibração produzida em toda a região torácica.
O exercício estará atraindo sangue e energia para o timo, fazendo-o crescer em vitalidade e beneficiando também pulmões, coração, brônquios e garganta.
Ou seja, enchendo o peito de algo que já era seu e só estava esperando um olhar de reconhecimento para se transformar em coragem, calma, nutrição emocional, abraço.Ótimo, Intimo, Cheio de estímulo.
(autor desconhecido)

Contribuição
Daniela Schiavinatto
Terapeuta Complementar
www.lakshimiterapias.com.br

Olá, Seja muito bem vindo!!!

Este é o lugar para tratar do corpo e da alma!!!!