sexta-feira, 25 de junho de 2010

Ultrapassando as limitações da mente





Quando consigo ultrapassar as fronteiras da minha mente empobrecida pelos conceitos limitados do mundo, olho a vida com os olhos da minha alma, e percebo assim, que o Universo não tem início, nem meio, nem fim...
Uma vez deposta essa fronteira da limitação dos meus sentidos, posso ouvir o som da vida pulsando no coração do outro, que por muitas vezes está escondido sob a máscara da conveniência social.
Calmamente, posso me aproximar de um outro ser, percebendo que nele também existe um Universo imerso em sua alma, onde me vejo nos seus olhos e sinto meu coração pulsar no mesmo ritmo que o dele.
A vida se torna mais colorida.
A música se faz. O som é criado pelas linhas da harmonia, que só pode existir quando todos os limites são ultrapassados e deixam de ter um sentido temporal.
O tempo, fronteira do medo, deixa de existir.
Essa é a linguagem da alma. Uma linguagem de liberdade, de luz e de amor, que não conhece distância, nem raça, nem cor e nem credo, mas que vê o princípio em tudo e o todo sendo um só.
A alma não conhece fronteiras. para ela não existe o limite, pois seu sentido de existência, o amor, é tão infinito quanto o próprio Universo.

por Sandra Baptista

Deseja pensar um pouco além das coisas do cotidiano? Visite nosso blog: Flores para Alma

domingo, 17 de janeiro de 2010

Desmascarando o Cigarro




O Alcatrão é um composto de mais de 40 substâncias comprovadamente cancerígenas, formado à partir da combustão dos derivados do tabaco. Entre elas o arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, resíduos de agrotóxicos, substâncias radioativas, como o Polônio 210, acetona, naftalina e até fósforo P4/P6, substâncias usadas para veneno de rato.
O monóxido de carbono tem afinidades com a hemoglobina (HB) presentes nos glóbulos vermelhos do sangue, que transportam para todos os órgãos do corpo. A ligação do CO com a hemoglobina formam o composto chamado carboxihemoglobina, que dificulta a oxigenação do sangue, privando alguns órgãos do oxigênio e causando doenças como a arterosclerose.
A nicotina é considerada pela Organização Mundia de Saúde (OMS) uma droga psicoativa que causa dependência. A nicotina age no sistema nervoso central como a cocaína, com uma diferença: chega em torno de 9 segundos ao cérebro.
Por isso, o tabagismo é classificado como doença estando inserido no Código Internacional de Doenças (CID-10) no grupo de transtornos mentais e de comportamento devido ao uso de substâncias psicoativa. Além disso, a nicotina aumenta a liberação de catecolaminas, causando

vasoconstricção, acelerando a frequência cardíaca, causando hipertensão arterial e provocando uma maior adesividade plaquetária. A Nicotina juntamente com o monóxido de carbono, provoca diversas doenças cardiovasculares. Além disso, estimula no aparelho gastroentestinala produção de ácido clorídrico, o que pode causar úlcera gástrica. Também desencadeia liberação de substâncias quimiotáxicas no pulmão, que estimulará um processo que irá destruir a elastina, provocando o efizema pulmonar. Fontes:


http://www.inca.gov.br/tabagismo/




Você precisa de motivação para parar de fumar?


Texto de Vera Lígia Lemos
Biomédica Acupunturista
veraligialemos@terra.com.br
Além de hábito, o tabagismo é um vício que leva o usuário a uma séria dependência química. Na fumaça do cigarro foram encontradas 4.720 substâncias tóxicas. Contêm mais de 60 elementos cancerígenos, substâncias radioativas, metais pesados, níquel, arsênico, solventes, cianeto..., causando dispnéia, enfisema, fibrose pulmonar, hipertensão, gangrena dos pés, câncer e outos malefícios à saúde. Sabendo de tudo isso, você se assusta, mas questiona se realmente conseguirá parar de fumar. O desejo de fumar só vai embora quando você parar de fumar.
Algumas dicas úteis:

  • Beba muita água, evite álcool, café e outras bebidas que você associa ao cigarro.

  • Tenha sempre consigo algo para mastigar, como uma bala ou chiclete sem açúcar. - Faça mais atividades físicas, suba um lance de escadas, mexa-se!
  • Comece a conversar com alguém ao invés de ficar numa luta contra o cigarro.
  • Se você sente falta da sensação de ter um cigarro na sua mão, segure algum outro objeto - uma caneta, um clipe...
  • Evite a tentação ficando longe de situaç!oes que você associa ao hábito de fumar.
  • Inspire e expire profundamente.
  • Lembre-se do seu objetivo e do fato de que o desejo irá passar.
  • Tenha pensamentos positivos e evite os negativos. - Escove os dentes. Ligeu para um amigo que o apóia.
  • Faça uma lista de "Atividades Motivadoras"e comece pelo topo quando a vontade bater.
  • Faça várias pequenas refeições. isto mantém constante o nível de açúcar no sangue e ajuda a prevenir o desejo de fumar.
  • Evite alimentos muito doces ou temperados, que despertam o desejo para os cigarros.
Você pode tossir mais depois que parou de fumar, isso ocorre porque os cílios que revestem a mucosa dos brônquios ficavam paralisados quando você fumava. A função dos cílios é limpar os brônquios. Isso era feito apenas à noite, quando você estava dormindo, ou seja, quando estava sem fumar por um período maior de tempo. Ao parar de fumar, os cílios vão ter que, primeiramente, trabalhar dobrado, limpando todo o alcatrão e outros detritos. Quando os pulmões estiverem limpos de novo, a tosse acaba. Isto pode levar várias semanas a partir do dia em que você fumou o último cigarro. É importante saber que esse sintoma é um sinal de que seu corpo está se restabelecendo.
Seja perseverante, faça esta maravilhosa declaração de amor por você e pelas pessoas que te amam: AFASTE ESSE ASSASSINO DA SUA VIDA, SEJA CORAJOSO, PARE DE FUMAR!
Veja algumas vantagens em se abandonar o cigarro:
Após...

30 minutos: A pressão arterial, batimento cardíaco e temperatura voltam ao normal.
2 horas: Não há mais nicotina circulando pelo sangue.
8 horas: O nível de oxigênio no sangue se normaliza.
12 a 24 horas: Seus pulmões já funcionam melhor.
2 dias: Seu olfato já percebe melhor os cheiros e seu paladar já degusta melhor a comida.
3 semanas: Você vai notar que sua respiração se torna mais fácil e a circulação melhora.
Alguns meses: O risco de desenvolver um ataque cardíaco vai cair para menos de 50% do que quando fumava.
1 ano: O risco de morte por infarto do miocárdio já foi reduzido à metade.
5 a 10 anos: O risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.
10 anos: Aquelas pessoas que tinham células pré-cancerosas nos pulmões passam a ter células normais.
15 anos: Passam a ser consideradas não fumantes.
video


Você pode recorrer a tratamentos naturais para ajudar a combater o vício. O ideal é que procure um Terapeuta Complementar de sua confiança, mas postarei em breve algumas orientações sobre o tratamento com a Cromoterapia e com os Florais de Bach. Sem dúvida alguma eles poderão te ajudar!

Boa sorte!

Sandra Baptista

Olá, Seja muito bem vindo!!!

Este é o lugar para tratar do corpo e da alma!!!!